4 Dicas para não cair na Malha Fina

4 Dicas para não cair na Malha Fina

Publicado em 24/10/2019 às 02:54


A precisão nas informações é fundamental, todos os valores precisam ser informados com a maior fidelidade possível. 

Toda instituição financeira fornece um documento especificando valores e estes valores , também são informados a receita.

Lançamentos de despesas acabam atraindo olhares mais atentos da receita federal. Recibos de gastos com médicos e educação, por exemplo, precisam constar na declaração, no valor exato e emitido por um profissional de confiança, estas informações são igualmente repassados a receita pelas seguradoras, hospitais e escolas, e daí, novamente vem o cruzamento de dados.

 

Aplicações financeiras são, sem dúvida, uma das principais movimentações que fazem a receita federal abrir os olhos. Não é rara pessoas que possuem uma grande carteira de investimentos, têm muitos valores separados em diferentes instituições financeiras. Por isso é preciso declarar todos os valores em todos os bancos. Esta pulverização faz parte do jogo dos investimentos, mas é necessário que a declaração seja feita da maneira correta.

 

A evolução no patrimônio é, sem dúvida, o principal motivo que leva contribuintes a caírem na malha fina. O aumento inexplicável de renda e patrimônio, passa por venda de bens que nem foram informados que foram comprados, por exemplo. “Buracos” na declaração são facilmente percebidos pelo sistemas, que pode solicitar maiores explicações dos responsáveis.


Querendo investir seu dinheiro?

Quero encontrar meu invetimento ideal!

Em destaque em Investimentos