Como fazer cálculo de juros de cartão de credito

Como fazer cálculo de juros de cartão de credito

Publicado em 18/06/2019 às 03:03



Custos associados ao cartão de crédito:

 

Os cartões de crédito podem vir com custos, mas você pode evitar a maioria deles com o uso responsável.

 

Eles incluem:

Pagamentos de juros:

 

cartões de crédito podem ter diferentes taxas de juros, para compras, adiantamentos em dinheiro e transferências de saldo. Quando você paga integralmente todos os meses, suas compras não acumulam juros.

Taxas anuais, anuidade:

 

alguns cartões cobram taxas anuais, de cerca de R$100 a R$500. Uma taxa anual pode valer a pena pagar se o cartão  de benefícios que compensam o custo, mas na maioria dos casos, você não deve pagar uma taxa apenas pelo privilégio de ter o cartão em sua carteira. Tem muita opção sem anuidade.

Taxas de atraso no pagamento:

 

o custo varia de acordo com o emissor, e dependem do quanto você está devendo na fatura do cartão.

Taxas de transação no exterior:

 

A maioria dos cartões adicionou uma sobretaxa de 1% a 3% nas transações feitas com comerciantes fora do Brasil. Os cartões de crédito de viagem geralmente cobram taxas menores, e alguns emissores não os cobram em nenhum de seus cartões, todos os cartões brasileiros incluem a taxa do IOF.

Confira nossa seleção dos melhores cartões de crédito com todas as informações em este link cartões de crédito .

 

Os juros do cartão de crédito, chamado de crédito rotativo, é acionado quando o valor total da fatura não é paga. O pagamento mínimo é um serviço oferecido pelas operadoras de cartão de crédito para quem não tem dinheiro para pagar o valor integral da fatura e funciona como um financiamento da dívida. O que parece uma facilidade, não é mesmo?

Entretanto, a taxa média de juros do rotativo do cartão no Brasil é de 352,76% ao ano e de 15% a 20% ao mês, uma das taxas mais elevadas no mundo, segundo levantamento da Proteste. Para se ter um comparativo, ainda de acordo com a Proteste, o percentual de juros do crédito anual na Argentina é de 47,40% e 24,99% nos Estados Unidos. A taxa de juros do crédito rotativo no país vem registrando quedas, mas ainda assim é pouco significativa para o bolso dos brasileiros.

Novas regras do cartão de crédito

Em abril de 2017, as novas regras do cartão de crédito passaram a valer. A partir de 30 dias do crédito rotativo, as administradoras do cartão tiveram que passar oferecer a opção de parcelamento do saldo devedor aos consumidores.

O parcelamento do cartão de crédito também funciona como um financiamento de dívida e tem juros altos. De maneira oposta ao juros do crédito rotativo, que diminuiu o percentual ao longo de 2017, os juros para quem optou pelo parcelamento da fatura aumentou 13% em relação ao ano de 2016.

Como calcular os juros do cartão de crédito

Agora que você já sabe mais detalhes sobre o crédito rotativo, aprenda como calcular os juros do cartão de crédito:

Cartão de crédito: cálculo dos juros do pagamento mínimo

  1. Pegue o valor total da fatura que pagou o mínimo. Exemplo: R$ 880,00.

  2. Encontre na fatura o valor permitido para o pagamento mínimo. Exemplo: R$ 176,00.

  3. Calcule o saldo rotativo da seguinte maneira: valor total da fatura (subtraindo) valor mínimo. Exemplo: R$ 880,00 – R$ 176,00 = R$ 704,00.

  4. Qual a taxa de juros do rotativo ao mês? Ligue para sua operadora caso não encontre esta informação na fatura. Exemplo: 14,72%.

  5. Agora que você já sabe o percentual, faça o seguinte cálculo para encontrar os juros: saldo do rotativo (multiplicado) pela taxa de juros. Exemplo: R$ 704,00 x 14,72 = R$ 103,62.

  6. Para saber qual será o saldo devedor na próxima fatura, calcule: saldo rotativo (somado)  ao juros rotativo. Exemplo: R$ 704,00 +R$ 103,62 = R$ 807,62.

Nesse exemplo, fica claro que o mês anterior e o mês seguinte tem quase o mesmo valor para pagamento. Isso significa que o crédito rotativo não ajuda a solucionar o problema da falta de dinheiro para pagamento da fatura do cartão de crédito. Ele só funciona quando você tem certeza que conseguirá fazer o pagamento total da fatura no mês seguinte.

Ao pagar um valor maior ou igual ao mínimo, além dos juros do crédito rotativo, é cobrado o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF). Por meio do IOF, o governo acompanha a demanda e oferta de crédito no país.

Cartão de crédito: parcelar é a melhor opção?

A taxa de juros do parcelamento tem variações, de acordo com a operadora do cartão de crédito e perfil de risco do tomador de crédito. É importante ressaltar que, ao parcelar o saldo devedor da sua fatura, o limite é comprometido. Somado aos juros do parcelamento, você corre o risco de ficar sem limite por um bom tempo, até que sejam pagas várias parcelas.

Portanto, antes de parcelar a fatura do seu cartão de crédito, fique atento a outras opções para pagar o valor total da sua fatura. Com um empréstimo pessoal em mãos, além de possibilidade de pagar menos juros, você não compromete o limite do seu cartão de crédito.

Para controlar as finanças, enquanto você estiver pagando o empréstimo pessoal, o ideal é reservar o seu cartão de crédito para situações emergenciais.

 

Primer cartão de crédito: Tentar obter seu primeiro cartão de crédito pode ser tão frustrante quanto tentar conseguir seu primeiro emprego. Os empregadores querem experiência, mas você não pode obter experiência a menos que alguém contrate você. Da mesma forma, um cartão de crédito é a maneira mais rápida de construir um bom histórico de crédito, mas sem um bom histórico de crédito é difícil obter um cartão de crédito. Confira nossa seleção dos melhores cartões de crédito com todas as informações em este link cartões de crédito .


Precisando de Cartão de Crédito?

Quero encontrar meu cartão ideal!

Em destaque em Cartões