Governo distribui lucro FGTS

Governo distribui lucro FGTS

Publicado em 26/05/2019 às 23:16


Dividendos FGTS

Fique atento Governo vai distribuir o lucro do FGTS


O Governo irá dividir os lucros do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) com os trabalhadores, que irão receber metade dos dividendos referente ao último ano (2017). Cerca de R$ 6 bilhões do lucro em 2018.

Se você tinha dinheiro em caixa, no FGTS, até 31 de dezembro de 2017, em uma ou mais contas, o governo irá liberar outra vez algumas parcelas do FGTS. A liberação pode acontecer até 31 de agosto, proporcionalmente sobre o lucro obtido na conta em função dos investimentos com o dinheiro do Fundo.

Distribuição dos lucros do FGTS

A distribuição dos lucros do FGTS começou a ser feita no ano passado, graças a lei 13.446 de 2017. No pagamento, os trabalhadores cotistas receberam pela primeira vez a metade dos valores obtidos da rentabilidade do Fundo de Garantia.

O Governo está se descapitalizado, vendendo suas participações nas empresas, liberando dinheiro. Está apostando que colocando dinheiro na “praça”, isso irá favorecer a atividade comercial, atividade industrial, vai gerar empregos, etc.

O objetivo principal é fazer com que milhões de cidadãos com dinheiro em contas inativas do FGTS possam sacar quantias para quitar as suas dívidas ou investir em algo rentável e ajudar a reaquecer a economia do país.

Quem pode sacar o FGTS?

O dinheiro deverá ser depositado até o dia 31 de agosto de 2018, mas ele não poderá ser sacado sem justificativa. Ele só poderá ser retirado em situações específicas como, aposentadoria; demissão sem justa causa; na suspensão do Trabalho Avulso por prazo igual ou superior a 90 dias; aquisição da casa própria ou pagamento das prestações do financiamento habitacional, entre outras.

Esse novo panorama se aplica aos trabalhadores que tinham saldo em contas ativas e inativas até 31 de dezembro de 2016. Se esse é o seu caso, talvez seja à hora de se planejar para utilizar o dinheiro do FGTS.

Mudanças no FGTS

Em 2017, o Governo realizou uma mudança, que servirá como base para 2018. O aumento da rentabilidade dos valores depositados em contas do FGTS. Dessa maneira, a mudança veio para favorecer todos que possuem valores em depósito.

A rentabilidade que era a mais baixa do mercado (3% a.a.), com a mudança poderá chegar a 5.5% a.a., mais a taxa referencial, que foi paga em agosto de 2017.

Outra mudança prevista é sobre a multa de 10% que o empregador pagava para um fundo de reserva quando demitia um funcionário sem justa causa. Um projeto de lei visa acabar com essa multa adicional. O Governo pretende, de forma gradual e ao longo de 10 anos, reduzir esse percentual até que ele chegue à zero.

Assim, o trabalhador continuaria a receber a multa de 40% e a empresa seria liberada dessa obrigação extra, permitindo a alocação desses recursos em investimentos na gestão de seu negócio.

Como fazer sua consultar do FGTS?

Não se preocupe, é facil.

A Caixa Econômica Federal lançou um site que permite consultar o valor que será pago na divisão dos recursos, nele você pode ver o saldo do Fundo de Garantia online.

A consulta dos créditos de distribuição de Resultados do FGTS pode ser feita utilizando o número do seu CPF ou NIS/PIS/PASEP no site. Se você ainda não possui cadastro, acesse a página informada para realizar sua inscrição.



Precisando de Conta Corrente?

Quero encontrar minha conta ideal!

Em destaque em Contas Correntes