O que é Clonagem de Cartão de crédito

O que é Clonagem de Cartão de crédito

Publicado em 18/06/2019 às 03:03


Você sabe que é, e o que significa clonagem de cartão de crédito?

Fique com a gente e esclareça suas dúvidas


O cartão de crédito veio para oferecer muito mais agilidade e facilidade para consumidores e comércios não é mesmo? Porém, o que infelizmente veio junto com essas vantagens, foi a oportunidade que os criminosos encontraram para cometer novas fraudes.

Quando seu cartão é copiado e utilizado por terceiros, e você começa a receber várias cobranças de transações que não efetuou, significa que você teve seu cartão clonado. E aí, o que fazer?

Quem já passou por isso, sabe o desespero que dá. Mas, como infelizmente, esse se tornou um crime comum hoje em dia, as operadoras de cartões de créditos têm aperfeiçoado a segurança de suas transações, e tantos os estabelecimentos quanto os clientes, têm ficado mais atentos.

E para incentivar ainda mais esses cuidados, veja aqui informações úteis e dicas de como prevenir que aconteça com você, ou, caso já aconteceu, saiba o que fazer.

Como os criminosos fazem um cartão clonado

Quase todo mundo tem o costume de conferir as compras que vem em sua fatura de cartão de crédito. E que não tem esse costume, deveria ter, pois, infelizmente, o Brasil está em segundo lugar na lista de países que mais clonam cartões no mundo, ficando atrás apenas do México, de acordo com uma pesquisa  realizada pela Global Consumer Card Fraud, em 2016.

Por isso, é tão comum vermos pessoas reclamando de transações em suas faturas, que não foram realizadas por elas. De acordo com essa pesquisa, 49% dos brasileiros já passaram por algum tipo de fraude com o cartão de crédito nos últimos cinco anos.

A fraude acontece quando os dados do seu cartão são roubados, e um cartão idêntico ao seu, é fabricado com os dados do seu cartão. Dessa forma, as compras serão feitas com esse cartão idêntico ao seu, e as cobranças virão em seu nome.

Os dados são roubados de diversas formas, seja pela internet ou pessoalmente. Algumas máquinas são modificadas com a instalação de programas (popularmente conhecidos como chupa-cabra) que capturam e armazenam os dados e a senha do seu cartão. O que pode ocorrer também, de uma pessoa má intencionada, dar um jeito de ver os dados do seu cartão, sem que você perceba. Já na internet, os dados podem ser pegos quando você tenta fazer uma compra em um site falso, ou, quando seu computador é infectado por vírus que coletem esses dados.

Hoje em dia, vemos que quase nenhum cartão de crédito utiliza mais a assinatura do titular na hora da compra. Antes, bastava apresentar o cartão e assinar uma via da notinha emitida pela máquina do cartão para realizar o pagamento, porém, com a clonagem de cartões e falsificação de assinaturas, foi necessário utilizar imediatamente alguma tecnologia que dificultasse a ação dos criminosos. E dessa forma, surgiram os cartões com chip.

Para utilizar os cartões com chip, é necessário saber a senha do cartão. Dessa forma, ficou mais difícil a utilização de cartões clonados, pois, o criminoso precisa saber a senha também. No entanto, vale lembrar que para compras realizadas na internet, é preciso somente do número do cartão, validade, nome do titular e o código de verificação do mesmo. Portanto, lembre-se sempre de tomar cuidado com os sites onde você insere esses dados.

O que fazer se acontecer com você

Antes de tudo, esteja atento a sua fatura. É muito importante conferir as transações e ter certeza de que realmente são ou não, suas. E caso identifique transações que desconhece, entre em contato imediatamente com a sua operadora de cartão de crédito e informe.

Todas as operadoras dispõem de canais exclusivos para esse tipo de atendimento, nos quais será solicitado que você informe seus dados, os dados do cartão e quais transações você desconhece. Normalmente você consegue o estorno dessas transações com tranquilidade e rapidez.

Porém, tome cuidado para não informar alguma compra que tenha sido realizada por você, pois, a maioria das operadoras solicita que o cliente envie uma carta assinada informando a fraude, para assegurar que o mesmo se responsabiliza pelas informações prestadas. Portanto, caso consigam provar que não se trata de fraude, o cliente sofrerá consequências.

Dicas de prevenção

Há algumas atitudes podem diminuir significativamente as chances de você ter seu cartão clonado. Tome nota e fique atento:

– Prefira utilizar seu cartão em estabelecimentos mais conhecidos, sejam lojas online ou físicas. Alguns estabelecimentos funcionam de fachada, só para realizar fraude com cartões;

– Evite anotar os dados do seu cartão em celulares, agendas ou qualquer outro lugar. Caso alguém mal intencionado tenha acesso a essas anotações, você terá problemas;

– Evite enviar os dados do seu cartão por chats e e-mail. Essas informações podem ser interceptadas por hackers;

– Suspeite de ofertas muito extraordinárias em sites. Normalmente são sites maliciosos que usam esse artifício como isca;

– Jamais responda qualquer e-mail ou ligação telefônica nos quais solicitem os dados do seu cartão, mesmo se for em nome da operadora do seu cartão. Nenhuma operadora de cartão de crédito JAMAIS pedirá essas informações;

– Evite emprestar ou guardar o seu cartão em lugares de fácil acesso, mesmo na bolsa;

– Prefira senhas difíceis. Se uma pessoa mal intencionada tiver acesso aos dados do seu cartão exceto a senha, a primeira tentativa que ele fará para usar o seu cartão, provavelmente será a sua data de aniversário.

Apesar desses esclarecimentos, esteja sempre muito atento quanto aos estabelecimentos nos quais você utiliza o seu cartão de crédito, principalmente em compras online. Infelizmente a internet acaba deixando os consumidores mais vulneráveis, uma vez que oferece brechas para pessoas mal intencionadas, como a facilidade em acessar computadores sem proteção adequada.


Precisando de Cartão de Crédito?

Quero encontrar meu cartão ideal!

Em destaque em Cartões