Refinanciar veiculo

Refinanciar veiculo

Publicado em 22/05/2019 às 12:57


Conheça e saiba tudo sobre o Refinanciamento do Santander


Confira as condições para fazer o refinanciamento de imóvel ou de veículo pelo banco Santander.

Entre os maiores bancos do Brasil, o Santander também oferece crédito através do refinanciamento de carros e imóveis. O banco opera com essa modalidade de empréstimo em termos semelhantes a outros bancos e financeiras do país.

Quais as condições para fazer um Refinanciamento de Imóvel ou de Veículo no Santander?

Para solicitar o refinanciamento, você deve ser correntista do banco. As parcelas serão debitadas automaticamente da sua conta-corrente do Santander. Para conseguir o empréstimo, é preciso ter uma renda mínima de R$ 1.000, composta por até duas pessoas, não necessariamente parentes, mas o imóvel deve estar no nome de uma das duas. No caso de refinanciamento de carro, não há necessidade de comprovação de renda, mas o veículo precisa estar no seu nome.

O imóvel deve valer ao menos R$ 70 mil para ser aceito pelo banco, seja ele comercial ou residencial. O valor do crédito pode variar entre R$ 30 mil e R$ 500 mil, chegando no máximo a 60% do valor do imóvel. As taxas de juros são de 1,53% ao mês e o prazo de pagamento varia entre 1 e 15 anos.

Para refinanciar um veículo, o automóvel deve ter sido fabricado até 8 anos atrás. O valor de crédito liberado pode chegar a até 60% do valor do carro. A taxa de juros varia dependendo do resultado da análise de crédito do banco e o prazo para pagamento pode chegar a até cinco anos.

Quando é vantagem optar por fazer um Refinanciamento?

Para quitar dívidas, isso vale nos dois casos, tanto de veículos como de imóveis. É possível pegar um empréstimo desse tipo para sair do sufoco em sua vida financeira. O refinanciamento traz vantagens em relação a outros tipos de empréstimo, como uma taxa de juros mais baixa, um prazo de pagamento mais longo, crédito liberado mesmo estando negativado e alto valor de crédito liberado por ter um bem como garantia.

Outro motivo que se encaixa dentro dos dois casos é se você precisa reformar urgentemente seu imóvel. Se a reforma for grande e trabalhosa, vale pegar o refinanciamento pelo prazo de pagamento ser mais estendido do que outros tipos de empréstimo, como o empréstimo pessoal.

No caso de refinanciamento de imóveis, o modelo também é indicado para empreendedores, para ser usado como capital de giro ou como investimento em suas empresas. É uma das melhores formas de conseguir crédito alto sem tantas exigências, condições realmente atrativas para quem quer dar o pontapé inicial em um novo projeto.

Atenção aos cuidados que você deve tomar ao pegar um Refinanciamento

Tome muita cautela e pense bem antes de optar por esse modelo de crédito! Ele coloca um bem seu como garantia de um empréstimo, ou seja, o banco pode tomá-lo e levar o imóvel ou o carro a leilão caso você não cumpra com os pagamentos. É importante, apesar de poder pegar um valor muito alto de crédito, se limitar a usar apenas a quantia que você precisa, assim a possibilidade de gerar um endividamento diminui e o negócio fica mais seguro para você.


Precisando de Empréstimo?

Quero encontrar meu empréstimo ideal!

Em destaque em Empréstimos