Sair da fila do SUS cirurgia catarata

Sair da fila do SUS cirurgia catarata

Publicado em 15/11/2019 às 12:27


Cirurgia de Catarata: Saiba como sair da fila do SUS


Você sabia que dá para sair da fila do SUS e resolver de uma vez o problema que é esperar por uma cirurgia de catarata? Dá para fazer o procedimento com um médico particular e nós vamos mostrar duas formas para você.

Mas, antes disso, vamos explicar o que de fato é a catarata. Ela é uma doença que atinge um em cada três pessoas idosas e não há outra forma de tratar a não ser com cirurgia. Não dá para deixar a catarata de lado, pois, se não cuidar, ela pode evoluir, fazendo com que o paciente perca a visão.

Pelo SUS – Sistema Único de Saúde – a cirurgia é realizada de forma gratuita, porém, devido ao alto número de casos, a fila é longa e, a depender da cidade e do estado, pode demorar anos para chegar o dia de fazer a operação. E tem mais: para conseguir agendar a cirurgia, é preciso que um médico oftalmologista do próprio SUS ateste a necessidade da intervenção cirúrgica. Ou seja, não é permitido entrar na fila mesmo se for encaminhado por um médico particular.

Como é a cirurgia de catarata

A cirurgia de catarata é indicada quando o cristalino do olho fica opaco, prejudicando a visão do paciente. A cirurgia se chama facoemulsificação e tem o objetivo de quebrar e aspirar esse cristalino danificado através de um aparelho de ultrassom. Após sua aspiração, uma LIO – Lente Intraocular – é implantada, restituindo a função do cristalino e fazendo o paciente voltar a enxergar com nitidez.

Tipos LIOs, ou seja, as lentes:

Existem vários tipos de LIOs e podemos dividir em três grupos os modelos existentes:

LIOs padrão

Elas corrigem os erros refracionais básicos como miopia e hipermetropia. São implantadas por um pequeno corte de no máximo 3 mm.

LIOs especiais

Elas corrigem os erros refracionais básicos como miopia e hipermetropia. São implantadas através de um corte ainda menor, entre 1,8 e 2,2 mm.

LIOs premiums

Corrigem o astigmatismo e a visão de perto. Também são implantadas através de microincisão, ou seja, um corte bem pequeno.

Cirurgia de catarata não dói

A cirurgia é realizada no centro cirúrgico. O paciente pode ficar despreocupado, pois a anestesia é local e há sedação. A alta é dada no mesmo dia.

Como fazer fora do SUS

Então, pensando nisso, apresentamos aqui duas maneiras diferentes para você conseguir agendar a cirurgia de catarata em uma clínica ou hospital particular.

Cirurgia de catarata: como saber valores

Antes de qualquer coisa, é necessário saber os valores cobrados pela cirurgia de catarata. Os preços variam de acordo com cada oftalmologista, pois envolve não só o trabalho dele, como de toda uma equipe, além do material. Este material também tem diferença de caso a caso, como já falamos. Por isso, pergunte ao médico qual o tipo de lente que ele vai usar.

O valor total que você pagará pela cirurgia engloba custos com:

  • Consultas pré-operatórias;

  • Exames pré-operatórios;

  • Equipe médica;

  • Lente;

  • Sala de cirurgia;

  • Consultas pós-operatórias.

Pergunte ao seu médico qual será o custo dos itens, um a um.

Mas lembre-se: cada médico tem seu próprio modo de trabalho e cobrança. Vários profissionais já propõem pacotes que incluem a equipe médica, além dos materiais e sala para a cirurgia. Confira tudo o que for apresentado e pergunte se haverá custos além destes. Tenha tudo documentado para evitar surpresas.

Cirurgia de catarata: parcelamento na clínica

Há hospitais e clínicas que oferecem a cirurgia com o pagamento facilitado, parcelando o total para negociação em cheque ou no cartão de crédito. Então, ao ligar para marcar uma consulta, já se informe previamente sobre as condições para pagar pelo procedimento.


Precisando de Conta Corrente?

Quero encontrar minha conta ideal!

Em destaque em Contas Correntes